10 marchinhas carnavalescas que falam sobre comida

Apesar de não sermos tão fãs de carnaval, gostamos de marchinhas, pois nos fazem lembrar dos carnavais-famílias em clubes. Para entrar na brincadeira, montamos uma lista de dez marchinhas que mencionam comidas, frutas, sobremesas ou utensílios de cozinha.

Pierrô Apaixonado (Noel Rosa e Heitor dos Prazeres / 1935)
A Colombina entrou num butiquim / Bebeu, bebeu, saiu assim, assim / Dizendo: “Pierrô, cacete! / Vai tomar sorvete com o Arlequim!”

Cachaça não é Água (Mirabeau Pinheiro, Lúcio de Castro, Héber Lobato e Marinósio Filho / Década de 1950)
Você pensa que cachaça é água / Cachaça não é água não / Cachaça vem do alambique / E água vem do ribeirão
Pode me faltar tudo na vida / Arroz feijão e pão / Pode me faltar manteiga / E tudo mais não faz falta não

Chiquita bacana (Emilinha Borba / 1949)
Chiquita Bacana lá da Martinica / Se veste com uma / Casca de banana nanica

As águas vão rolar (Zé da Zilda, Zilda do Zé e Waldir Machado)
As águas vão rolar / garrafa cheia eu não quero ver sobrar / eu passo a mão na saca, saca, saca-rolha / E bebo até me afogar, deixa as águas rolar

Marcha da cueca (Carlos Mendes, Livardo Alves e Sardinha)
Eu mato, eu mato! / Quem roubou minha cueca / para fazer pano de prato

Acorda Maria Bonita (Antônio dos Santos)
Acorda Maria Bonita / Levanta vai fazer o café / Que o dia já vem raiando / E a polícia já está de pé


A Baratinha (Mário São João Rabelo / 1917)
Perna de porco é presunto / Mão de vaca é mocotó / Quem quiser viver feliz / Deve sempre dormir só

A melhor fruta da terra (Braguinha / 1938)
Iaiá, você tem razão / Seu coração não se engana / A melhor fruta da terra, iaiá / É a banana
O tio san / Já não quer comprar café / Como é que é / Mas se o titio isso não resolver / Yes, nós temos bananas / Pra dar e vender

Rancho da goiabada (João Bosco e Aldir Blanc / 1976)
Os bóias-frias quando tomam umas biritas / Espantando a tristeza / Sonham , com bife à cavalo, batata frita / E a sobremesa / É goiabada cascão, com muito queijo, depois café

Zé marmita ( Brazinha e Luiz Antônio / 1953)
Numa lata Zé Marmita traz a bóia / que ainda sobrou do jantar / Meio-dia, Zé marmita faz o fogo / para a comida esquentar

Curtiram?

Beijos,

Daiene e Mario.

Você também poderá gostar de:

Um comentário Adicione o seu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*