Resenha: Hidratante Nivea Creme (Latinha Azul)

O  Nivea Creme – o famoso hidratante da latinha azul – é um daqueles produtinhos curingas que foram passando de geração em geração e continuam fazendo sucesso até hoje. Só para vocês terem uma ideia, ele foi criado em 1911 (há mais de 104 anos!!) e já trocou de embalagem pelo menos doze vezes até

Nivea Creme – o famoso hidratante da latinha azul – é um daqueles produtinhos curingas que foram passando de geração em geração e continuam fazendo sucesso até hoje. Só para vocês terem uma ideia, ele foi criado em 1911 (há mais de 104 anos!!) e já trocou de embalagem pelo menos doze vezes até chegar na versão mais recente (que inspirou a criação da família azul da Nivea).

Hidratante em latinha - Nivea (2)

Vocês sabiam, inclusive, que foi o creme que deu origem ao nome da marca? Lá no início do século passado, o químico alemão Dr. Isaac Lifschütz desenvolveu junto com a sua equipe um emulsificante intitulado de “Eucerit“, que combinado com gordura e água, produzia uma base estável para a produção de pomadas. Mesmo sendo criado inicialmente para o uso medicinal, o visionário farmacêutico Oskar Troplowitz, reconheceu o poder do emulsificante e resolveu usá-lo como base para um tipo totalmente inovador de creme cosmético. Em busca de um nome para o produto, resolveram então batizar o creme com o nome de “Nivea“, que significa (em latim) branco-neve. Hoje, mais de 100 anos depois, continua sendo um dos hidratantes mais vendidos no mundo!

Hidratante em latinha - Nivea (3)

O Nivea Creme está disponível atualmente em três versões: latinha, bisnaga e potinho. A latinha vem com 56 gramas e olha, rende muito. Dura até meses dependendo da frequência e da quantidade de uso. Acho ela bem prática, dá pra carregar na bolsa sem problemas e, por ser uma latinha, não corre o risco de vazar ou algo do tipo, pois fica bem protegida.

Hidratante em latinha - Nivea (4)

Como vocês podem imaginar, o creme que vem na latinha é bem denso e consistente. A sua fórmula contém um alto teor de glicerina e Eucerit (olha ele aí!), que é um ingrediente hidratante natural para a pele feito de lanolina, uma substância extraída da cera da lã de ovelha a partir de um processo ecologicamente correto e que não causa nenhum tipo de dano aos animais. Talvez esse seja um dos principais motivos dele ser um produto com um ótimo rendimento e com um resultado muito eficaz no quesito hidratação. A absorção do produto na pele é lenta e isso faz com que a hidratação dure bem mais tempo. O cheirinho dele é bem levinho também e característico dos produtos da Nivea.

Hidratante em latinha - Nivea (6)

Segundo a marca, o produto não é comedogênico (não obstrui os poros) e pode ser utilizado em todas as partes do rosto e corpo, tanto por adultos quanto por crianças. Eu não utilizo no rosto porque tenho tendência à espinhas, então recomendo que quem tenha a pele do rosto como a minha procure um outro produto mais indicado para peles oleosas. Já no corpo, gosto de usar principalmente nas mãos, nos pés, nos joelhos e nos cotovelos, que são as áreas mais ressecadas. Ele realmente é muito eficaz e cumpre o que promete. Hidrata que é uma beleza, gente! Indico para quem busca uma hidratação mais intensa para áreas específicas do corpo, sem precisar gastar muito por isso. 🙂

O Nivea Creme em latinha é vendido nas farmácias de todo o Brasil por cerca de R$13,00.

Facebook Comments

Você também poderá gostar de:

One thought on “Resenha: Hidratante Nivea Creme (Latinha Azul)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*