Dia Nacional do Combate ao Câncer de Pele terá atendimento gratuito neste sábado

Pelo 17º ano consecutivo, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) promove, em todo o Brasil, o Dia C – Dia Nacional de Combate ao Câncer de Pele. No dia 26 de novembro, de 9 às 15h, cerca de 3000 dermatologistas voluntários, realizarão consultas gratuitas em 129 postos de atendimento, em 25 estados brasileiros. A previsão é que mais de 30 mil pessoas sejam atendidas durante a mobilização. O atendimento será restrito para análise, diagnóstico e tratamento do câncer da pele.

No Rio de Janeiro, o atendimento será feito nos seguintes locais: Ambulatório do Hospital Universitário Antônio Pedro, Hospital Escola Álvaro Alvim, Praça Demerval Barbosa Moreira – Posto do Hospital Raul Sertã, Ambulatório Padre Batalha, Serviço de Pronto Atendimento Padre Alfredo Oelkers, Espaço do Calçadão ao longo da Avenida Cardoso Moreira, Serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Gafrée e Guinle – UNIRIO, Policlínica Geral do Rio de Janeiro, Hospital Universitário Clementino Fraga Filho – Ambulatório 1º Andar – Entrada pela Portaria Principal do Hospital, Centro Universitário de Controle do Câncer – CUCC-Hospital Universitário Pedro Ernesto, Ambulatório do Instituto de Dermatologia Prof. Azulay da Santa Casa de misericórdia do RJ, Hospital Federal dos Servidores do Estado do RJ – Predío da Dermatologia – 2º Andar, Ambulatório do Hospital Federal de Bonsucesso, Hospital Federal de Ipanema, Posto do Hospital da Lagoa – Polo de Inclusão Social Padre Velloso e no Andar Terreo do Hospital Federal de Ipanema.

Para ter acesso aos locais de atendimento de outras cidades, acesse: www.controleosol.com.br.

O Dia C conta com o patrocínio das marcas Episol, Sunmax, La Roche Posay, Vichy, Adcos e Sundown.

Sobre o câncer de pele

O câncer da pele pode se manifestar como uma pinta ou mancha, geralmente acastanhada ou enegrecida, como também uma ferida que não cicatriza. A regra do ABCDE ajuda na suspeita de uma lesão maligna e sinaliza que um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia deve ser procurado.


A= lesão assimétrica
B= bordas irregulares
C= alteração de cor
D= diâmetro maior que 6 mm
E= evolução ou modificação da lesão

Outra forma de avaliar o risco da doença é através da “Calculadora de Risco para Câncer de Pele”, também disponível no site www.controleosol.com.br.

A SBD orienta que as pessoas se examinem com periodicidade, consultando um dermatologista em caso de suspeita. Também é importante que se examine familiares, pois muitas vezes os cânceres podem aparecer em regiões que não conseguimos ver sozinhos. Ao se expor, é importante que se use o protetor solar nas áreas expostas, mesmo em dias frios e nublados, reaplicando o produto a cada quatro horas no dia a dia e a cada duas horas nos períodos de maior exposição solar.


Você também poderá gostar de:

Um comentário Adicione o seu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*